EXERCÍCIOS PARA FAZER EM CASA 2!

Vídeo

Mais um da série: Para fazer em casa! Sem desculpas agora!

1, 2, 3 e vai!

Modo de fazer:

– 5 séries em circuito.

– Faz o exercício 1: 10 repetições com cada perna.

– Faz o ex. 2: 10 repetições para cada lado.

– Faz o ex 3: 10 repetições.

– Descansa

–  Repete.

– Até completar 5 vezes.

Já fez?

Beijocas

K

Anúncios

CREME DE ABACATE FIT

Padrão

Imagem

Sabe aquele creme de abacate delícia da infância?!

Receitinha SENSA hoje aqui, mas sem tanto açúcar! Ufa! 😉

Bate no liquidificador ou processador ou mix:

– 1 potinho de iogurte grego light

– 1/2 abacate

– 1 banana congelada (aquela mesma do sorvete de banana – post aqui do blog: como fazer sorvete de banana)
Bom domingo!
K.
 

 

PÃO DE TAPIOCA

Padrão

pão de tapioca

Essa semana postei a foto de um pãozinho MARA de tapioca que minha mãe – cozinheira de mão cheia – fez para me receber no café da manhã! Ah, aquela sensação de chegar na casa dos pais e ser recebida com pão quentinho e de tapioca ainda… Nossa!

Fiz vontade em muita gente, eu sei! Rs… Então vou dividir a receita aqui com vocês. Minha mãe tirou essa receita de um blog que a gente ama, cheinho de receitas gostosas e práticas! Vale conferir…   http://www.panelaterapia.com/

Quem tentar depois me conta. Segue a receita.

Beijocas sabor tapioca

K.

Pãozinho de Tapioca

Ingredientes:

1 ½ xícara (chá) de leite (360 ml)
¼ xícara (chá) de óleo (60 ml)
sal a gosto
¾ xícara (chá) de tapioca granulada (150 g)
1 ovo
½ xícara (chá) de queijo parmesão ralado (50 g)
½ xícara (chá) de polvilho doce (60 g)
1 xícara (chá) de queijo parmesão ralado (100 g)
Observações sobre ingredientes:
* O parmesão aparece 2 vezes na receita porque vai dentro da massa e depois as bolinhas também são passadas no queijo antes de assar. Mas para frente ficará claro.
* A tapioca granulada NÃO é a massa de tapioca que se usa para fazer aquela de frigideira, é a granulada, que parece sagu e no mercado fica junto das farinhas.
Mão na massa:
1 – Leve uma panela ao fogo médio com 1 ½ xícara (chá) de leite, ¼ xícara (chá) de óleo e sal a gosto e mexa até ferver. Reserve.
2 – Misture numa tigela ¾ xícara (chá) de tapioca granulada e o leite fervente da panela (feito acima) e deixe esfriar. Mexa a cada 5 minutos com o batedor de arame para ajudar a engrossar mais rápido.
3 – Depois da mistura fria, que virará uma espécie de goma, acrescente 1 ovo, ½ xícara (chá) de queijo parmesão ralado e ½ xícara (chá) de polvilho doce e misture bem. Com as mãos, pegue pequenas porções de massa, faça bolinhas e passe em 1 xícara (chá) de queijo parmesão ralado (não passei no queijo, assei direto).
4 – Coloque as bolinhas numa assadeira untada com manteiga e leve ao forno médio pré- aquecido a 180ºC por +/- 30 minutos ou até dourar. Retire do forno e sirva em seguida.

SUP – STAND-UP PADDLE NA REPRESA DO GUARAPIRANGA

Padrão

Domingo de sol em São Paulo, aproveitamos para fazer SUP, a prática esportiva do momento. Foi fácil entender porque está fazendo tanto sucesso assim, é realmente muuuito bom!

sup

Nós fomos conhecer o Team Brazil, que fica localizado dentro do clube da AES Eletropaulo (ADC Eletropaulo). Ao chegar você pode parar o carro no estacionamento do clube que custa $10,00. Para entrar no clube a taxa é de R$20,00 por pessoa. O aluguel da prancha é R$40,00 por hora.  

Chegamos perto das 10:30h e já tinha espera de uns 40min, o que não foi problema, pois o lugar é uma delícia. Você pode usar o guarda-sol do clube e estender sua canga na grama enquanto espera olhando para a represa. O uso do vestiário também é livre.

Caso você queira pode agendar um horário para fazer aula, mas nós preferimos tentar de uma vez…. Rs. Acho que a aula deve ser interessante para pegar umas dicas. A gente ficou observando o pessoal mais experiente e pegamos algumas manhas ali na hora mesmo! Não achamos difícil não, a primeira subida é estranha, pois ainda é preciso achar o ponto de equilíbrio. Depois é só aproveitar!!

 

Como nosso negócio é inventar, nós tentamos remar de várias maneiras, de joelhos, sentados, deitados… E todas são muito gostosas! Ahahah. Vale a pena se jogar da prancha para ver como é caso você caia e já pegar o jeito de subir de volta. No clube, o uso de colete é obrigatório 😉

No meio da represa tem uma ilha, bem pequena, mas que vale fazer uma pausa, descer da prancha, tirar o colete e dar um mergulho.

A água estava uma delícia, o sol bombando e o dia lindíssimo! Questão de sobrevivência é usar protetor solar, né, minha gente?! Legal também é ir de relógio, assim fica mais fácil controlar o tempo, de uma forma geral eles não pegam no pé por conta da hora, nós ficamos uma hora e meia na água e não teve o menor problema…

Bateu aquela fome quando saímos! Por isso, vale levar um lanche, frutas, sucos e tal. Lá tem uma lanchonete, mas as opções são poucas, eles vendem mais bebidas. A água custa R$2,50, refrigerante R$3,00 e o chá verde R$5,00.  

Vale a pena conhecer! Virei fã e já quero ir todo final de semana! 🙂 🙂 🙂

Uma dica: Se você não sabe chegar até a represa, veja o caminho antes de sair de casa. Lá perto o sinal de gps é horrível e o nosso nos deixou na mão na metade do caminho… Depois conversando com uns amigos ficamos sabendo que isso não aconteceu só com a gente. Não é difícil de chegar, mas é melhor se prevenir, não é?! 😉

Beijocas

K

* Team Brazil – http://www.teambrazil.com.br/

   Rua Peixe Vivo, 155 – São Paulo – SP

Telefone (11) 5666-6167

 

EXERCÍCIOS PARA FAZER EM CASA!

Vídeo

Vídeo com três exercícios simples e fáceis para fazer em casa. Esses todo mundo pode fazer! 😉
Vocês podem fazer 3 séries de 20 repetições. Faz os 3 exercícios 20 vezes cada, descansa, faz os 3 exercícios 20 vezes cada, descansa… até completar 5 vezes.
Bora lá, galera!
Levanta da cadeira que você está sentado agora e já usa ela mesma pra fazer o treino! 😉
Beijos e abraços
K e Duda

LE JAZZ BRASSERIE – Rua dos Pinheiros

Padrão

20140305-164617.jpg

Proposta pra lá de interessante, o Le Jazz é um restaurante francês com preços mais do que acessíveis. No salão micro, fotos e fotos espalhadas pelas paredes de famosos do jazz. No cardápio só os clássicos pratos franceses, joelho de porco, cordeiro, pato, escargots, croque monsieur, foie, creme brulee…

Pra começar uma saladinha e uma entrada, depois o prato principal e pra terminar um docinho, que ninguém é de ferro… rs. Não pedimos nada alcoólico para beber. A água é por conta da casa, vem em uma jarrinha super fofa em temperatura perfeita. 80 reais por pessoa, pago com muito prazer! 😉

As saladas podem ser pedidas em dois tamanhos, como a gente ia comer o prato principal escolhemos a pequena, que deu pra dividir em dois e ainda sobrou. A nossa escolha foi a “Aux Chévre Chaud”, de folhas com queijo de cabra gratinado, nozes, aspargos e vinagrete de Dijon com mel (:(esqueci de tirar foto). Combinação perfeita! Apaixonei no queijo de cabra com o molho de Dijon com mel! 

lula

A entrada, Calamar à Carbonara, de lula gratinada com creme de leite, gema de ovo, parmesão e crocante de presunto cru foi uma das melhores coisas que já comi na vida, gente! Vem acompanhada de um generoso pedaço de pão delicioso. Ô mistura que deu certo, viu?! Sensacional…

pato

Eu fui de peito de pato grelhado com peras e redução de balsâmico, acompanhado de purê de batatas e espinafre. Originalmente ele é servido mal passado, sangrando, mas eu não curto, então pedi ao ponto, mesmo correndo o risco de que a carne ficasse um pouco durinha. A camada de gordura com pele crocante é o que dá o sabor do prato. Não como gordura, odeio a textura, mas provei mesmo assim. Minha dica pra quem, como eu, não gosta de gordura é optar por outro prato.

lingua

O Duda pediu língua crocante ao molho mostarda, com aspargos e purê de batatas – Langue à la Moutarde. Ela não era crocante, mas era bem boa… Confesso que fiquei com um super receio de provar, mas fui surpreendida positivamente.

sobremesa

A sobremesa foi a melhor experiência do almoço, combinação perfeita de Romeo et Juliette, mousse de queijo fresco com goiabada cremosa. Servida em uma taça, a porção generosa acaba em dois segundos de tão boa que é!

No final, saldo positivo. A entrada, a salada e a sobremesa valem cada mordida e cada centavo, mas para uma próxima vez, pulo o prato principal. Vale a pena provar, mas não achei nada de tão especial assim.

Beijocas

K

SPOT – Shopping JK Iguatemi

Padrão

Fomos conhecer o SPOT do shopping JK, que lugar lindo, gente! Ambiente super aconchegante, atendimento excelente (fora o que todos os atendentes são bonitos), comida deliciosa e preço justo pelo que oferece. Não que eu ache barato, mas é a faixa de preço de restaurantes desse porte. Nós pedimos entrada, prato principal e eu não resisti a um sorvetinho de sobremesa! Não bebemos nada alcoólico. Ficou uma média de 90 reais por pessoa.

SPOT

De entrada fomos de cogumelos à provençal, portobello, shiitake e shimeji, com azeite, alho, salsinha e limão. O prato acompanha dois pedaços de pão bem quentinho, a princípio parece pouco, mas é a conta certa! Achei bem gostoso, mas o gosto de limão é bem forte.

Eu pedi um penne de melão e presunto cru, com molho de creme de leite, manteiga e suco de limão. É um prato bem gordinho, mas estava muito bom, viu?! Eu amo mistura de doce com salgado e essa estava perfeita, o melão bem docinho e levemente cozido pelo molho quente da massa.

O Duda foi de steak mostarda, um bife de ancho com molho de três mostardas acompanhado de batata touraine – em cubos, levemente fritas na manteiga. O ponto da carne estava perfeito e o molho maravilhoso, daqueles que dá vontade de pedir um pouco pra levar pra casa… RS

De sobremesa queria pedir o sorbet de figo, feito no próprio restaurante, mas tinha acabado L. Acabei pedindo o de doce de leite e depois descobri que era Haagen-Dazs!

Saldo mais que positivo no final. E pra mim, uma coisa que conta muito é como a gente fica se sentindo depois de comer. Não suporto comida que cai como uma pedra e que parece que você comeu quilos. Não foi o caso, ficamos super bem depois, satisfeitos sem nos sentirmos estufados.